top of page

Rocky II - O que eu aprendi com esse filme?

Atualizado: 3 de abr. de 2021

Rocky II (1979)


A sinopse do segundo filme desta série traz a seguinte narrativa: Após a luta contra Apollo Creed, Rocky promete à sua esposa largar os ringues. Mas os fãs de boxe insistem em uma revanche entre os dois pugilistas. Sem dinheiro, Rocky se vê obrigado a aceitar o desafio e recebe a benção da esposa para lutar. Agora o lutador deve se preparar para o combate do século e decide treinar intensamente, sonhando apenas em terminar a luta sem ser nocauteado pelo campeão.


O filme já começa com Rocky indo para o hospital após a sua luta, com o rosto totalmente desconfigurado. Coincidência ou não, seu oponente que acabara de ganhar a luta está no quarto ao lado. Enquanto Rocky se recuperava das pancadas que tomou, uma enfermeira ao entrar em seu quarto, após lhe dar os medicamentos, pede que ele dê um autógrafo para seu filho e que coloque a seguinte frase: "Para meu amigo, Charlie Flynn". Quando Rocky acaba de assinar, e a enfermeira sai do quarto, ele diz em voz alta: "Para meu amigo que eu nem conheço". Ele externou naquele momento que o ato feito não tinha nenhuma humanização envolvida e como ele é um homem com um coração no qual valoriza muito o relacionamento, sentiu muita frieza na ação. Pessoas não são máquinas e precisamos ter relacionamentos sadios e maduros, mesmo em momentos de adversidades. "Rir muito e com frequência; ganhar o respeito de pessoas inteligentes e o afeto das crianças; merecer a consideração de críticos honestos e suportar a traição de falsos amigos; apreciar a beleza, encontrar o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja por uma saudável criança, um canteiro de jardim ou uma redimida condição social; saber que ao menos uma vida respirou mais fácil porque você viveu. Isto é ter sucesso!"por Ralph Waldo Emerson


Figura 1: Rocky dando autógrafo. Fonte: Internet

Rocky ainda no hospital, quando soube que Apollo também estava por ali, fez questão de ir ao quarto dele e o perguntou se tinha dado tudo de si na luta e a resposta de Apollo foi: "Sim!". Independentemente da qualidade do nosso adversário, do tamanho do nosso problema, dos desafios que estamos passando por conta de uma pandemia, dê o seu melhor em tudo que fizer. Tenha um inteligência emocional muito ampliada para que, em todas as ações que fizer, que elas sejam as melhores de sua vida.


Figura 2: Rocky conversando com Apollo. Fonte: Internet


Ao sair do hospital, Rocky não esperava a enorme repercussão que a luta tomou e por consequência a sua imagem, e naquele momento, vê oportunidades de ganhar dinheiro através de eventos e isso acaba se concretizando. Ele começa a ganhar dinheiro em grandes proporções antes vista em sua vida, mas na mesma proporção e em alguns momentos até mais, o consumo aparece. Sua esposa o avisava que eles não precisavam de tudo aquilo ou que era caro demais e podiam ter coisas mais baratas. Vale lembrar que meses antes, ao chegarem em seu humilde apartamento, Adrian disse que nada precisaria ser mudado porque a vida deles estava ótima. A reflexão aqui é que, faz parte sim do nosso sucesso pessoal crescermos também na parte material (TER), mas ela nunca pode ser maior do que o nosso crescimento interior (SER). Viva a sua vida para você e tenha o seu sucesso, pois o sucesso de quem está ao seu lado, depende do seu. Fale menos do que sabe e mostre menos do que tem.


Rocky começou a fazer comerciais, porém não estava indo bem e começou a se tornar uma decepção para aqueles que o contrataram e ele também estava se sentindo frustrado, pois não tinha uma boa leitura e isso estava o impedindo de prosseguir. Vendo que esse não era um ambiente onde se sentia confortável em seguir, até emprego em escritórios ele procurou, pois precisava manter o padrão de vida que ele já estava vivendo. Em momentos de adversidade, precisamos exercer ainda mais a autorresponsabilidade. Ser autorresponsável é ter a certeza absoluta de que você é o único responsável pela vida que tem levado, logo, é o único que pode mudá-la. Você não é o que gostaria de ser, nem o que diz que é, você é o que faz e os resultados que colhe. E neste exemplo, faltou ajustar a vida da perspectiva financeira para que as demais pudessem estar em sintonia. Tenha uma educação financeira para que essa area não seja um problema para você.

Rocky não vê alternativas a não ser voltar aos ringues, porém precisou exercitar muito o convencimento com sua esposa, até que conseguiu após muitas conversas corajosas com ela. Tem um sonho? Ele te move? Então vá atrás deles e seja o melhor, pois nada será maior do que a sua vontade. Seja feliz. Sir Winston Churchill disse: “A verdadeira felicidade não está em fazer o que se deseja, mas em amar o que realizou”. Realize e deixe o seu legado.

Neste momento, Rocky retoma seus treinos e seu treinador diz que ele precisa mudar totalmente seu estilo de luta, para um perfil destro, pois assim confundiria seu adversário. Rocky ao ouvir isso diz: "Não posso mudar". A "síndrome de Gabriela" precisa ser quebrada para que as afirmações negativas parem de existir em nossas vidas, pois elas nos bloqueiam. Jonh Wooden disse: “Não permita que o que você não pode fazer interfira no que você pode fazer.” Os problemas não podem ser maiores do que as oportunidades em sua vida. O mindset tem que ser de crescimento e não fixo, pois os resultados só serão diferentes, se fizermos algo diferente.


Figura 3: Rocky e seu treinador, durante a luta. Fonte: Internet

Depois de um trabalho de convencimento muito forte de seu treinador, Rocky entende a necessidade da mudança, porém não está dedicado aos treinos quanto deveria e neste momento seu treinador fala uma frase que pra mim ficou marcada como uma das melhores, que é: "Para uma luta de 45 minutos, você precisa treinar 45 mil minutos". Foco! Foco! Foco! Paulo Vieira em seu livro chamado O Poder da Autorresponsabilidade diz: "A vida é uma trajetória com início, meio e fim. A maioria das pessoas buscam o fim, ou seja, a chegada aos seus objetivos, as conquistas. Mas elas esquecem de duas coisas muito importantes. A primeira é a trajetória, o caminho a ser seguido, que precisa ser tão prazeroso quanto a chegada, ou estaremos sempre adiando nossa felicidade para quando alcançarmos o próximo objetivo. A segunda é o local de partida. O destino pode até ser o mesmo, mas se eu não souber onde estou,

vou pegar caminhos errados, transportes inapropriados etc". "A persistência é o caminho do êxito" (Charles Chaplin). Seja persistente o suficiente para buscar o seu melhor a cada dia!

Rocky depois de passar um momento turbulento em sua vida pessoal, com o nascimento prematuro do seu filho e o coma de sua mulher, ele entra no ringue pra vencer, depois de ter entendido que precisava ser um lutador melhor a cada dia. Sendo duramente golpeado, ele não desiste e essa resiliência que teve durante toda a luta de aguentar duros golpes, fez com que saísse vitorioso dali. A luta só acaba, quando termina! Quantas lutas, adversidades não passamos por dia e que precisamos passar por ela, não é verdade? Se no final do dia, aprendemos com elas e tiramos ações, significa que crescemos mais um pouco e esse é o objetivo!! Vamos pra cima!!


Figura 4: Rocky levantando o cinturão de campeão dos pesos pesados. Fonte: Internet


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Комментарии


Post: Blog2 Post
bottom of page